Quais são as principais vantagens em contratar IaaS para o seu negócio?

Entenda como funciona uma infraestrutura IaaS e quais vantagens sua empresa ganha ao contratar esse serviço. Veja no artigo!

O assunto Cloud Computing tem sido muito divulgado e provocado alguns questionamentos, como: qual o problema em continuar investindo no modelo tradicional? A realidade converge com a sensação de segurança e controle que os servidores físicos trazem? É um fato já conhecido de que nem sempre manter os dados no modelo tradicional é a melhor decisão.

Na realidade, contar com uma equipe multidisciplinar, com acesso a recursos (budget) para garantir segurança e alta disponibilidade ao ambiente é mais oneroso a longo prazo e não garante a escalabilidade que seu negócio precisa para encontrar um diferencial competitivo.

Por isso, diversas empresas no Brasil e no mundo estão migrando para a nuvem. As soluções em cloud podem inaugurar um novo paradigma no seu negócio, permitindo a entrega de produtos e serviços com alta performance, segurança e disponibilidade. Temos 3 principais categorias de serviço comercializadas hoje, que são: IaaS, PaaS e SaaS. Neste artigo vamos nos concentrar na IaaS e demonstrar todas as vantagens de optar por esse modelo. Continue lendo e entenda por quê chegou a hora de investir neste serviço.

O que é a IaaS?

A sigla IaaS define um entre os 3 modelos de entrega de serviços em cloud computing, a Infraestrutura como Serviço. Com a IaaS, o fornecedor de nuvem fornece ao cliente uma infraestrutura completa de computação por meio da Internet, provisionando processamento, armazenamento, redes e outros recursos de computação fundamentais para a sua TI. 

A IaaS pode ser utilizada para criar soluções de TI escaláveis e por um baixo custo, já que as despesas de gestão e manutenção do hardware ficam por responsabilidade do provedor de nuvem. Desse modo, quando chegar o momento de expandir os negócios ou até mesmo se a escala das operações flutuar devido a sazonalidades, é possível explorar os recursos em nuvem como e quando necessário. Se você quiser conhecer os principais benefícios da IaaS para o seu TI, sugiro que leia este artigo.

Quais são as principais vantagens em contratar nuvem como IaaS?

Eliminação de custos de capitais e redução de custos contínuos

O modelo IaaS é considerado o mais adequados às empresas porque entrega toda uma estrutura tecnológica atualizada, contratada como serviço. Isso significa que não há necessidade de adquirir hardware, nem de se preocupar com o espaço físico para sua instalação e manutenção. Em outras palavras, investir em IaaS é a melhor opção para quem quer evitar os gastos iniciais de configurar e gerenciar um data center local.

Entretanto, para garantir que você não vai pagar a mais pelo mesmo serviço, mas sim, investir o valor adequado para aquilo que sua empresa realmente usa, é importante entender quais tributações incidem sobre o serviço contratado fora do país, além de se manter aberto para provedores nacionais.

Diminuição de custos relacionados à tributação com a contratação de um provedor nacional

No ano de 2014, a Receita Federal publicou as características sobre a tributação de serviços contratados do exterior, dentre eles, os data centers instalados fora do país e que vendem seus serviços. O ato declaratório regulamenta que valores pagos por recursos de infraestrutura de TI localizados fora do país passem a ser tributados como prestação de serviços e não como remuneração decorrente de contrato de aluguel de bem móvel.

Na prática isso significa que, depois dessa declaração, tornou-se mais caro se adequar em relação às leis tributárias brasileiras, de modo que as empresas pagam não apenas para usar os servidores em nuvem, como também pelos impostos que incidem sobre esse tipo de serviço, como PIS/Pasep-Importação e Cofins-Importação. Podemos dizer que, para cada dólar investido, são agregados centavos de juros que podem parecer pouca coisa para determinadas áreas, mas que representam um problema real para o financeiro.

Do outro lado, temos os custos relacionados ao modelo tradicional, que começam com a parte de energia elétrica (tanto para refrigeração quanto para manter o servidor ligado), passando pelo investimento em horas de trabalho de uma equipe de profissionais qualificados para garantir o funcionamento do ambiente, espaço físico para manter as máquinas e, ainda, o custo relacionado aos recursos computacionais excedentes.

Assim, qual é a melhor solução? Certamente, não envolve ir na contra-mão da transformação digital e voltar para o ambiente on-premise. 

Escalabilidade operacional

Além das vantagens que já citei, o servidor em nuvem pode ter suas configurações alteradas com facilidade, de acordo com as necessidades da empresa e com seu momento, sem os custos e embaraços de ter máquinas e outros equipamentos sob sua guarda, ter de lidar com as garantias do fabricante, licenciamentos, entre outros.

Em termos práticos: se a configuração utilizada não atende mais aos requisitos da empresa, não é necessário comprar outros equipamentos e ficar com os antigos obsoletos. A IaaS permite que você escale verticalmente os recursos para atender picos de demanda de forma rápida e, posteriormente, readequar recursos de volta quando necessário. Por isso, optando por este modelo, será preciso apenas ajustar os recursos contratados. Assim, seu negócio estará apto a responder mais rapidamente às condições do mercado. 

Como escolher o seu fornecedor de cloud?

É comum nos depararmos com alguns desafios no momento de escolher seu fornecedor de cloud, que vão desde o entendimento do momento da sua empresa, a concepção da migração para a nuvem como um processo, até o equilíbrio entre investimentos e recursos. Porém, encontrar o parceiro ideal para o seu negócio é fundamental para a implantação de melhorias para a sua TI. 

Se você quer entender quais são os pontos-chave para encontrar o melhor fornecedor de nuvem para a sua organização, sugiro que clique no banner e baixe nosso ebook.

Veja também

As 3 principais diferenças entre Disaster Recovery e Backup

Microsserviços: tudo que você precisa saber!

Live: melhores práticas de gestão de TI em cloud computing