Trabalho híbrido: 4 práticas que vão otimizar sua implementação!

Supere as dificuldades de implementar o trabalho híbrido na sua empresa com esses insights de gestão de projetos!

O trabalho híbrido passou a ser o modelo preferido pelas empresas e colaboradores nos últimos anos.  Uma pesquisa da ESG encomendada pela Citrix revelou que 60% dos entrevistados preferem o trabalho remoto ou híbrido ao invés do modelo tradicional, e que são mais produtivos em casa.

Resultados como esse são esperados por quem acompanha os movimentos do mercado de tecnologia: desde o surgimento do termo Sociedade 5.0 no Japão, observamos a tendência da “tecnologia pensada para o bem estar das pessoas” ganhar forma e se tornar a preocupação central no desenvolvimento de novas soluções.

Não à toa, a forma de produzir também tem mudado e é natural que as empresas passem por mudanças para se adequar à nova mentalidade da sociedade. Na Binario Cloud, iniciamos as operações de maneira 100% remota em meados de março de 2020. De lá pra cá, adquirimos muito conhecimento sobre gestão de equipes, metodologias de trabalho, comunicação e o que é preciso para manter tudo isso funcionando.

Por isso, neste artigo vou compartilhar alguns insights para ajudar sua empresa na implementação do trabalho híbrido com mais eficiência. E se quiser se aprofundar mais sobre o assunto, aproveite para conferir o e-book que produzimos em parceria com a Citrix, pioneira na distribuição de tecnologia para virtualização de desktops e aplicações.

1 – Trabalhe a confiança da sua equipe 

Em momentos de transição, é normal encontrar resistência por parte da sua equipe, seja pelo receio motivado por experiências ruins no passado ou até mesmo por bloqueios de mindset que impedem o desenvolvimento profissional. Nesses momentos, lembre-se que cultura se faz de cima para baixo e que seus colaboradores se sentirão muito mais seguros para passar por essa fase de transição de forma engajada e produtiva caso a direção tenha um plano sólido de implementação do trabalho híbrido.

Seu plano pode ser comunicado de diversas formas, seja através de campanhas de email, reuniões gerais ou centralizadas nos departamentos que serão afetados, o importante é que todos estejam cientes do novo modelo de trabalho e que consigam identificar que existe uma metodologia guiando essa transição — o que leva a gente para o próximo tópico.

2 – Escolha e adapte metodologias de trabalho para a realidade da sua empresa

O mercado testa e melhora exaustivamente metodologias que garantem mais eficiência e produtividade para todos os modelos de trabalho, do tradicional ao full remoto. Como exemplo, podemos citar as metodologias ágeis (como Scrum, Lean e Kanban), as preditivas ou as híbridas

Estudá-las, adaptá-las para a realidade da sua empresa e aplicá-las no dia a dia da operação trará mais segurança para sua equipe. Isso porque essas metodologias baseiam-se em uma estrutura padronizada de trabalho, que proporcionam:

  • Previsibilidade sobre os fluxos de trabalho
  • Visibilidade sobre as etapas que compõem um projeto
  • Redução das incertezas e inseguranças das pessoas
  • Maior colaboração e comunicação entre membros da equipe

Sem falar na redução de custos e maior consistência nas entregas. No contexto de implementação do trabalho híbrido, aplicar metodologias adaptadas para as demandas da sua empresa é especialmente importante para manter a equipe integrada e focada no mesmo objetivo. 

Com processos operacionais mapeados sob uma metodologia, as pessoas que ficam em casa sentem-se mais confiantes sobre o trabalho que realizam de forma remota. Da mesma maneira, é possível para o gestor e demais funcionários in-loco acompanhar a evolução do trabalho da equipe remota, com mais assertividade, através da aplicação das metodologias. 

3 – Centralize a gestão de infraestrutura para o trabalho remoto através de automação

A infraestrutura de TI é um componente central para qualquer empresa, mesmo que sua diretoria ou áreas de negócio não saibam disso. Organizações coletam, tratam e armazenam dados diariamente, movimentam arquivos através da rede, estabelecem conexões entre os dispositivos dos colaboradores e o ambiente computacional, utilizam sistemas e softwares para o faturamento, acompanham indicadores, fornecem acesso à internet, entre outros.

Com parte das pessoas atuando de casa, outra parte comparecendo ao escritório algumas vezes por semana, e outras frequentando as instalações da empresa diariamente, como garantir que seu ambiente computacional não seja colocado em risco? A resposta é centralizar a gestão de acessos através de ferramentas que automatizam o trabalho da sua equipe de TI.

Hoje o mercado oferece soluções que atendem às necessidades da empresa familiar até grandes indústrias, com granularidade e eficiência. É possível, por exemplo, entregar alta performance computacional para usuários que manipulam softwares exigentes no quesito compute através da mesma plataforma que disponibiliza o acesso a máquinas padrão para usuários operacionais.

Também é possível limitar o acesso de um grupo de usuários à Intranet da empresa, ao mesmo tempo em que outro grupo tem controle sobre os bancos de dados. Se quiser conhecer mais sobre essas possibilidades, recomendo que acesse este material após a leitura do artigo.

4 – Aposte na gestão de projetos na implementação do trabalho remoto

A maneira mais eficiente de colocar os outros três insights na prática é apostando na criação de um departamento de gestão de projetos na sua empresa — ou Project Manager Office (PMO). Essa área será responsável por:

  • Conhecer os requisitos de negócio da empresa
  • Determinar as metodologias mais adequadas para que a organização alcance seus objetivos
  • Construir documentação, fluxos de trabalho e diretrizes
  • Encontrar ferramentas eficientes para a gestão
  • Fornecer a base para a construção de uma cultura organizacional forte em conjunto com o departamento de Recursos Humanos
  • Acompanhar a execução de projetos internos
  • Melhorar constantemente os fluxos, diretrizes e metodologias estabelecidas

Dentre outras funções que certamente agregarão valor aos produtos e serviços da sua empresa, bem como otimizar o consumo de tempo e recursos. Neste outro artigo, dou 7 dicas sobre como realizar a gestão desse ativo tão importante para os projetos: o tempo. Que tal aproveitar a visita ao nosso blog e conferir?

Veja também

Como criar Políticas de Backup eficientes

Como utilizar a tecnologia para gerenciar uma equipe em Home Office?

[LIVE] Gestão de backup: persistência de dados alinhada aos objetivos de negócio