Como calcular o investimento em Backup em Nuvem?

Toda empresa é formada por 3 pilares, as pessoas que compõem as áreas, os produtos e serviços oferecidos ao mercado…

Toda empresa é formada por 3 pilares, as pessoas que compõem as áreas, os produtos e serviços oferecidos ao mercado e suas informações (prospects, clientes, fornecedores, bancos, credores, projetos, patentes, etc).

Com o tempo o legado das corporações começam a aumentar e fica inviável guardar na memória as tarefas finalizadas, as que estão sendo feitas e o que deve ser feito pelas pessoas de suas respectivas áreas, por isso usamos a tecnologia a nosso favor e conseguimos armazenar todos esses dados que compõem todo o histórico, registrando cada passo dado até os dias de hoje em hardwares e nuvens.

Porém como todos sabem, não só os seres humanos possuem um tempo de vida como também os computadores, servidores e storages. Não basta guardar as informações em locais adequados, segurados, se não tivermos um plano B caso essas máquinas apresentarem problemas como, mal funcionamento ou forem danificadas de alguma forma em que seus dados fiquem inacessíveis, não há o que fazer, não é mesmo? Por isso precisamos de um plano e esse plano B, chama-se backup.

O investimento em um backup é simples de ser calculado, a principal pergunta a ser feita é: quanto vale os dados de minha empresa? Vale a pena deixar de investir nessa ferramenta para salvar todo o legado da empresa, salvar a vida das pessoas que trabalham nela e todas as suas famílias? 

Acredito que a resposta venha na cabeça na velocidade da luz, sim. Afinal, ninguém quer correr o risco de perder todos esses anos de trabalho duro em alguns instantes, correto? 

Por isso, é extremamente importante realizar o backup de seus dados, criar rotinas de backup usando os conceitos de RPO (quantidade de informação que é tolerável perder, no caso de uma parada nas operações) e RTO (quantidade de tempo que as operações levam para voltar ao normal, após uma parada), essas rotinas são criadas para saber quantas vezes é preciso realizar o backup das informações no dia e por quanto tempo deve-se armazenar elas e de que forma é melhor fazer o backup, a maneira mais correta é realizar o backup full do banco de dados e depois realizar o incremental, com apenas os novos dados gerados no dia a dia.

Os riscos de contar com a sorte quando não se tem uma rotina de backup é muito grande e quando acontece algum incidente não adianta tomar uma atitude, devemos realizar o plano de prevenção, criando essas rotinas para assegurar o legado da empresa.

Veja também

O que é cluster de container? Saiba a diferença entre Docker e Kubernetes!

[LIVE] Blockchain permissionada: saiba como usar na sua empresa!

Serviços gerenciados de TI: vantagens em agregar ao portfólio do seu ISP