Qual a diferença entre um Data Center tradicional e Cloud Computing?

Quando o assunto é Cloud Computing ainda temos pessoas que tem dúvidas sobre o mesmo, mas fique tranquilo, ao nos…

Quando o assunto é Cloud Computing ainda temos pessoas que tem dúvidas sobre o mesmo, mas fique tranquilo, ao nos aprofundar mais sobre esta tecnologia percebemos que seu conceito é muito mais simples do que imaginamos. Cloud Computing refere-se a hardwares que possuem uma camada de software capaz de virtualizar aplicações, além de possuir um orquestrador que permite o gerenciamento dessa camada de software responsável pela virtualização.

Agora vamos entender a diferença entre um Data Center tradicional e Cloud Computing, mas primeiro devemos entender como funciona cada um separadamente:

Como funciona um Data Center?

Um Data Center tradicional é uma infraestrutura formada por um conjunto de hardwares,  maioria servidores, que funcionam sem parar 24h por dia para manter seus dados armazenados e acessíveis a qualquer momento.

O Data Center pode ser mantido dentro ou fora das empresas e deve receber diversos cuidados com relação à temperatura, umidade e segurança para propor o melhor ambiente aos hardwares de alta performance. A utilização de um Data Center tradicional possui um custo muito alto de manutenção, compra de equipamentos, energia e engenheiros de computação que tomam conta para realizar ajustes na infraestrutura e upgrades.

Como funciona a Cloud Computing?

A Cloud Computing ao contrário de um Data Center tradicional, é composta por máquinas físicas e uma camada de software capaz de trazer economia ao ambiente, redução do consumo de energia, espaço físico e otimização no time técnico. Além de trazer economia em relação à um Data Center tradicional, ela é capaz de realizar o balanceamento de servidores virtuais em diferentes equipamentos, de forma automática e transparente, priorizando a disponibilidade do ambiente.

Os dados ficam armazenados em mais de um único local, replicados em diversos servidores espalhados geograficamente.

Isso traz uma maior segurança, porque os dados são mantidos em servidores e lugares diferentes. Essa elasticidade entrega às empresas um ambiente moldável e que seja de acordo com sua necessidade, sem ter que se preocupar com excedentes na infraestrutura.

Diferenças e vantagens da Cloud Computing

Além das empresas não precisarem mais atualizar os hardwares e manter uma infraestrutura própria, a grande diferença é poder pagar por uma infraestrutura que seja de acordo com a necessidade, sem possuir excedentes. Outra vantagem é contar com uma tecnologia que diminui o risco de estar sujeita a desastres naturais por estar fisicamente em um local, no caso de um data center tradicional, ao contrário da Cloud que está espalhada em diversos Data Centers fisicamente reduzindo a probabilidade de perda de dados devido aos desastres ou até mesmo falhas nos servidores.

Segurança

A segurança de um Data Center tradicional e de uma Cloud é um tema que levanta ainda muitas dúvidas para aqueles que não tem tanto conhecimento sobre o assunto, por isso não se deve dar tanta atenção a estes questionamentos, por ser um processo simples onde está atrelado a confiança na empresa que montou a infraestrutura tanto da Cloud como do Data Center tradicional.

É preciso seguir as normas, padrões e critérios da ISO 27001 e ser classificado como um TIER3 para poder dar a devida segurança tanto em um Data Center tradicional quanto em uma Cloud Computing que apesar do nome, continua sendo um Data Center mas com equipamentos de última geração mais modernos que trazem economias, otimizações, performance e escalabilidade.

Flexibilidade e escalabilidade dos serviços oferecidos em Cloud Computing

Agora podemos entender que a Cloud Computing é um Data Center melhorado, onde oferece um ambiente flexível e com escalabilidade para realizar alterações nas máquinas como: poder de processamento, memória e licenças virtuais. Oferecendo um ambiente com custo proporcional ao serviço utilizado e mais  adequado ao ambiente das empresas.
O Data Center tradicional continua sendo uma infraestrutura dedicada, sem haver compartilhamento de espaço com outras organizações dentro do mesmo hardware, levando as empresas a pagarem por algo que acabam não utilizando. Além de precisar investir na compra de novos equipamentos caso deseje ampliar o poder computacional do mesmo e a contratação de uma equipe para mantê-los e um alto custo devido ao consumo de energia.

Custos

Chegamos a conclusão que os custos para se manter um Data Center tradicional são muito altos. Estamos mudando esse paradigma de que precisamos ter nosso próprio servidor, softwares, profissionais, dar treinamentos aos engenheiros e arcar com os custos de energia que acabam encarecendo muito as operações. Esse novo modelo onde usamos apenas o que precisamos sem ter que pagar o excedente, compartilhando o mesmo espaço vem ganhando cada vez mais espaço no mercado e se mostrando cada vez mais eficiente.

A necessidade de profissionais dedicados é coisa do passado, hoje quase todas as áreas do mercado já estão seguindo esse modelo de compartilhamento (Netflix, Uber, Airbnb, Waze) onde se resume em economia, flexibilidade e foco para o próprio negócio.

Agora que você já conhece a diferença do Data Center e Cloud Computing, entenda o momento adequado para migrar seu servidor físico para uma solução em Cloud.

Veja também

Transforme Capex em Opex, melhore o resultado e aumente o desempenho dos seus serviços

O que esperar do futuro?

Conheça a Cloud Whitelabel e saiba como gerar mais valor para o seu negócio