Entenda como a hiperconvergência funciona na sua TI

Você se lembra de quando as empresas buscam a utilização de hardware específico para redes, processamento e armazenamento? Era incrível…

Você se lembra de quando as empresas buscam a utilização de hardware específico para redes, processamento e armazenamento? Era incrível ter essas máquinas em casa, suportando as operações e informações necessárias para executar os softwares. Com o passar dos anos, essas máquinas de armazenamento com poucos megabytes e do tamanho de salas, evoluíram para a hiperconvergência, que hoje em dia é representada por um único hardware que ocupa apenas uma gaveta em um rack. A hiperconvergência é a evolução da tecnologia de armazenamento, combinando recursos de processamento, armazenamento e rede em um único sistema.

Hoje em dia as empresas utilizam infraestruturas dentro ou fora de casa para suportar as operações de seu dia a dia. Os data centers tradicionais utilizam hardwares específicos para soluções de redes, armazenamento de dados e computação. Além de contar com uma sala climatizada, altos gastos de energia, no break e gerador para uma eventual emergência.

A hiperconvergência é o novo termo usado para realizar as mesmas operações de TI que usam armazenamento (armazenamento), rede (rede) e computador (servidores), porém de forma virtualizada. Criada a partir da infraestrutura convergente (CI) com o intuito de gerar redução de custos, otimizar recursos e uma eficiência operacional da TI, a evolução da CI veio juntamente com os recursos de Cloud Computing, que transmitiu todos esses benefícios, além de diminuir a complexidade de gerenciamento das operações ao oferecer a oportunidade de escalonamento do novo ecossistema em nuvem de forma automática, de acordo com a necessidade da empresa.

Agora em um novo ecossistema de nuvem, o gerenciamento das máquinas virtuais são feitos em uma única plataforma de maneira fácil, simples e segura. O sistema hiperconvergente permite aumentar e diminuir as cargas de trabalho, reduzir a complexidade da equipe de TI, ampliar a eficiência operacional e comprimir os custos, preparando a infraestrutura de TI para o futuro.

O modelo hiperconvergente traz um aumento e redução de custos, melhora a eficiência operacional da equipe de TI, otimizando a mesma, conhecendo a complexidade das operações e escalando recursos de forma automática. É uma solução que oferece todos os benefícios de um Data Center, porém de forma virtualizada em um único hardware, um sistema mais simples, fácil de gerenciar e seguro.

Porque devemos estar próximos dessa nova tecnologia?

Segundo o Gartner, dentro de cinco anos, os analistas preveem o crescimento nessa nova arquitetura. Nós também não temos dúvidas quanto a isso, uma solução que propõe reunir todos os recursos de rede, processamento e computação em um único lugar para que as empresas possam tirar maior proveito, trazendo economia e segurança deve ser implementado o quanto antes.

Atendendo ao mercado de IaaS (infraestrutura como serviço) em cloud computing, SaaS (software como serviço) e PaaS (produto como serviço), a solução de hiperconvergência irá facilitar a orquestração desses recursos em nuvem pública, privada e híbrida.

Essa mudança irá ajudar as empresas a se encaixarem na nova era da Indústria 4.0, adequando sua infraestrutura para um novo ecossistema aderente ao cenário atual onde não se deve mais se preocupar com a TI e sim deixar que um especialista tome conta de toda a infraestrutura.

Veja também

5 práticas para evitar durante a migração para a nuvem

O trabalho de UX que você não vê por trás de entregas de alta qualidade

Problemas de performance de máquinas virtuais: qual é o processador mais adequado para suas soluções