Conheça os benefícios que Cloud Computing oferece ao seu ISP

A necessidade de atender regulamentações governamentais, e a exigência cada vez maior do mercado por um serviço com maior qualidade…

A necessidade de atender regulamentações governamentais, e a exigência cada vez maior do mercado por um serviço com maior qualidade e disponibilidade, criam enormes desafios para os provedores de serviço.

A inevitabilidade de armazenar uma quantidade massiva de logs de acesso, e como manter uma infra-estrutura de autenticação e accounting redundantes e de alta disponibilidade resultam em custos elevados para a  infra-estrutura de data center e aquisição de equipamentos. A computação em nuvem pode auxiliar na otimização e redução destes custos.

A lei do marco civil da internet criou a obrigação de armazenamento de logs por até 1 ano. Os custos necessários para o armazenamento destes logs podem ser otimizados com a utilização de recursos de cloud computing, pois os recursos necessários podem ser alocados conforme a necessidade, a medida em que os dados forem crescendo. Isso evita os elevados custos de aquisição e manutenção de equipamentos, caso os dados fossem armazenados em uma infra-estrutura própria. A otimização dos gastos é outro ponto a ser destacado, pois a aquisição de um equipamento próprio cria o problema da “solução em busca da necessidade”, onde a utilização plena do novo equipamento de armazenamento se dá apenas em alguns meses (ou anos), deixando um período considerável de subutilização da nova aquisição.

Soluções de cloud computing permitem a alocação dinâmica de recursos, eventuais demandas temporárias (tais como o lançamento de uma nova versão de windows ou IOS, lançamento de um novo jogo, streaming de um novo episódio de série, etc), podem ser supridas com a alocação de mais recursos apenas durante o período de maior utilização, evitando manter recursos ociosos e posteriormente gerando custos desnecessários.

Atualmente todos os grandes fabricantes de soluções de rede, também possuem soluções virtualizadas para roteamento, firewall, controle de acesso, balanceamento de carga,  podendo ser implementado sob demanda. Com isso é possível prover um ambiente com maior disponibilidade e com a qualidade exigida pelos clientes, pois as novas demandas de conexão podem ser alocadas dinamicamente conforme a necessidade.

Confira um exemplo detalhado sobre este assunto:

Um provedor possui um servidor de autenticação capaz de atender até 100 requisições por segundo. A copa faz com que aumente a quantidade de requisições para 200 por segundo, e após os jogos, a demanda retorna ao normal. Uma solução convencional exige que seja efetuada a compra de um novo equipamento capaz de atender a demanda maior, apenas para atender o curto espaço de tempo do evento, ou então reduzir a qualidade do serviço ofertado no período, que é bastante indesejável e podendo gerar prejuízos futuros.

Uma solução baseada em cloud computing permitiria alocar mais recursos para atender o pico de requisições apenas durante o tempo de maior demanda. Os clientes não iriam notar qualquer queda na qualidade do serviço, e o provedor seria cobrado apenas pelo uso adicional dos recursos, sem gastos adicionais desnecessários futuros.

Outro exemplo de utilização é a capacidade de armazenamento de logs de conexão estar próxima ao limite máximo, e para atendimento das leis e normais é necessário a aquisição de um novo storage. O processo de aquisição e instalação é lento, podendo demorar dias ou meses dependendo do tamanho da solução necessária. Um recurso em cloud computing pode ser alocado instantaneamente para o atendimento da nova demanda, evitando qualquer incômodo por perda de informações, ou mesmo multas ou processos devido ao não atendimento dos padrões exigidos por órgãos fiscalizadores.

Logo, conforme podemos relacionar, mesmo pequenos provedores de acesso podem se beneficiar das tecnologias de cloud computing, permitindo fornecer um serviço de maior qualidade  para seus clientes, otimizando os custos, permitir os controles necessários para atendimento de normas e requisitos, e por fim, prover um diferencial para um mercado cada vez mais competitivo.

Veja também

Como oferecer nuvem para os seus clientes B2B

Indústria 4.0 e Cloud Computing: onde se encontram?

Cloud para ISP: novos produtos e mais receita